Winepunk – Autores

Rhys Hughes

Autor galês prolífico e de culto, recipiente de dois prémios Bristish Fantasy Awards, não só participa na primeira antologia do Universo Winepunk como publicou um conto no Reino Unido, tendo inclusive declarado num site de crítica literária especulativa que o mesmo tinha sido escrito no âmbito dum projecto português “’featuring ‘winepunk’ stories, a new sub-genre”. Sobre o mesmo conto Winepunk, o autor Paul Di Fillipo compara o estilo com o de Jonhathan Swift, numa critica publicada no prestigiado site dos americanos prémios Locus [“The Knees of Kionga” finds an entire African village undertaking a journey a la Baba Yaga’s walking hut en masse to Portugal, in a satirical manner that Swift might have been proud to conceive.”]

João Barreiros

Licenciado em Filosofia e docente durante muitos anos, é geralmente considerado o melhor escritor de Ficção cientifica Portuguesa, estando traduzido em várias línguas. Acumula e acumulou a escrita com actividades várias, como a direcção de colecções de ficção especulativa (na Gradiva e Clássica) ou a participação no Grande Ciclo do Filme de FC de 1984 patrocinado pela Cinemateca Portuguesa e Fundação Gulbenkian.

João Ventura

Professor e Investigador do Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico da Universidade Nova de Lisboa, dedica-se igualmente à escrita, nomeadamente na área dos microcontos, estando representado em inúmeras antologias lusófonas.

Carlos Silva

Umas das vozes lusófonas emergentes na ficção especulativa, sendo não só escritor mas editor e promotor de diversas iniciativas, como a Imaginauta, um projecto dedicado à promoção de Ficção Especulativa. Concilia a escrita com a actividade cientifica, enquanto investigador da Sartorius Stedim Biotech.

João Rogaciano

Formado em Engenharia Electrotécnica no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, é um escritor prolífico, tenho participado em inúmeras antologias e estado nomeado para os European Science Fiction Award em 2017 como best Author.

Joel Puga

Licenciado em Engenharia de Sistemas e Informática pela Universidade do Minho,  traduzido em espanhol, tem vários contos publicados em antologias e revistas da área da ficção especulativa.

AMP Rodriguez

Pseudónimo de Ana da Silveira Moura, docente, autora e investigadora, estando presentemente e desde 2017 dedicada a tempo inteiro à investigação no REQUIMTE (Departamento de Química e Bioquímica, Faculdade de Ciências, Universidade do Porto). Licenciada em Física pela FCUP, Mestre em Métodos Computacionais em Ciências e Engenharia pela FEUP, e Doutorada em Quimica Teorica e Modelización Computacional pela Universidad de Vigo, tem publicação diversa há mais de uma década, desde manuais escolares a artigos científicos em revistas internacionais de referência, em áreas que abrangem a Nanotecnologia, a Biomedicina ou Ciências da Educação. Enquanto AMP Rodriguez, participou em obras antológicas como ‘Os Anos de Ouro da Pulp Fiction Portuguesa’ ou ‘Lisboa no Ano 2000 – Histórias Assombrosas duma Cidade que Nunca Existiu’.