Sugestões para o Natal da equipa da Editorial Divergência

E quando damos por ela, já estamos perto do Natal. É altura de começar a pensar no livro para a mãe, para o irmão, para a tia… E a Editorial Divergência está aqui para ser o teu Pai Natal.

A nossa primeira recomendação é a obra «As Sombras de Lázaro», de Pedro Lucas Martins. Um livro arrepiante que se passa… no Natal (sim, adivinhaste). Podes encomendar o teu exemplar aqui.

Sinopse:

É quase Natal. Lázaro de Góis, após dois penosos e solitários anos numa instituição psiquiátrica, regressa ao Solar dos Velados, a casa onde a mulher e o filho o aguardam, esperançosos de que o retorno trará novamente a união familiar. Lázaro, porém, tem em si um segredo. O segredo que levou ao seu internamento. O segredo que o faz temer voltar a casa. Esta é a história de um homem à beira do desespero, e a prova de que não podemos fugir de quem somos, sobretudo quando o passado nos encontra sob a forma de três quadros, e das desumanas figuras que cada um deles representa.

Sobre o autor:

Pedro Lucas Martins nasceu em Lisboa, em 1983. Formou-se em Linguística e em Tradução, pela Faculdade de Letras de Lisboa, altura em que venceu a primeira edição do concurso de escrita CTLX/MOTELX (2007), publicando o seu conto, «O Carrinho de Mão», na antologia «Contos do Terror do Homem-Peixe», pela editora Chimpanzé Intelectual. Em 2018, venceu a primeira edição do Prémio António de Macedo, com o seu primeiro e presente romance, «As Sombras de Lázaro». Em 2019, auto-publicou o seu conto «A Promessa do Faroleiro», através do Kindle Direct Publishing (Amazon). Foi também publicado noutras antologias e revistas, dedicando-se principalmente à ficção de terror. Quando não está a pensar no que o escuro pode esconder e a escrever sobre isso, trabalha como tradutor, revisor e investigador nas áreas da Educação e Sociolinguística.


A nossa segunda recomendação é a nossa novidade literária, «O Caçador de Brinquedos e outras histórias», de João Barreiros, figura incontornável da ficção científica portuguesa. Podes encomendar o teu exemplar aqui.

Sinopse:

Entre brinquedos robotizados (passíveis a vírus informáticos) e pragas alienígenas, os futuros aqui descritos podem ser carregados de tecnologia, mas nem por isso os humanos serão mais inteligentes ou felizes. São humanos. Como tal, qualquer avanço tecnológico pode ser usado para o desenvolvimento da civilização ou para a guerra. Esqueçam os finais felizes e cor-de-rosa. João Barreiros é conhecido pelo sarcasmo ou pelas fortes reviravoltas e este conjunto de contos, diverso em temas, representa todas as melhores facetas do autor.

Sobre o autor:

Escritor, editor, crítico e tradutor – João Barreiros já trabalhou em todas as vertentes da publicação. Trata-se de um autor incontornável na ficção científica portuguesa não só por ser o mais prolífero, mas também por ter sido traduzido em diversos idiomas. João Barreiros escreve, dentro da ficção científica, de tudo um pouco, desde contos a romances, desde Space Opera a Steampunk. Independentemente do género, as histórias de João Barreiros caracterizam-se por grandes doses de humor negro e reviravoltas de máximo prejuízo.


E, por fim, sugerimos o 1º e o 2º volume da saga Custom Circus, brilhantemente criada por Michel Alex. Podes encomendar o teu pack aqui.

Sinopse «Mekanon»:

Volume 1 – Mekanon

Numa terra futura devastada pela insanidade humana, o estilo de vida voltou a ser orgulhosamente nómada. Clãs de bikers, apoiados por caravanas de trailers e camiões, guiados pelos seus druidas, vagueiam pelo imenso deserto que é agora o Atlântico, fugindo a uma imensa escuridão que lhes ameaça roubar a liberdade e a vida. Cabe a Storme, Roker e Blu, pertencentes ao grupo mais sagrado dos Wheels, salvarem o estilo de vida, as tradições e a alma de todas as Tribos da Roda. Mas os Senhores das Trevas têm outros planos para o que resta da Humanidade, em que o Amor, a Música e a Individualidade não têm lugar. Esta é a imensa história do Custom Circus.

Sinopse «Raus Human»:

Dois anos passaram desde que Storme, Roker e Blu derrubaram os planos dos Morckash. Com a grande cidade Ourb a ser reorganizada, liderados lado a lado por membros de ambos os clãs, os Wheels partem numa nova aventura, em descoberta de vários mistérios no novo continente Amerikae. Porém, inesperadas ameaças surgem, e os Morckash procuram uma vez mais estabelecer o domínio que tinham outrora sobre os nómadas, começando pela construção da Grande Muralha Raus Human.

Sobre o autor:

No underground boémio de Paris e com a vida dividida entre grupos Bikers, o Nouveau Cirque e o Cabaret, Michel Alex começou a escrever esta colecção em 1988, atormentado pela terrível febre Post-Punk Industrial. O que não podia saber é que as suas personagens passariam da ficção para a realidade, como foi o caso dos Custom Circus, que nasceram nesta saga e foram sugados cá para fora por este portal, que tem sido uma fonte inesgotável de inspiração e de revelações.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.