Balanço do Fórum Fantástico 2019

Para a Editorial Divergência, a edição de 2019 do Fórum Fantástico ficou marcada pelos Prémios Adamastor que dois dos seus autores levaram para casa. O Grande Prémio Adamastor de Literatura Fantástica Portuguesa foi atribuído a A Batalha da Escuridão, de Bruno Martins Soares, e João Ventura recebeu o Prémio Adamastor de Ficção Fantástica em Conto para In Vino Veritas, incluído na antologia Winepunk – Ano 1, A Guerra das Pipas. Prémios mais que merecidos para dois fantásticos autores. O Prémio Adamastor de Ficção Fantástica em Banda Desenhada galardoou Apocryphus – Femme Power, de vários autores, edição de Miguel Jorge (Mighell Publishing) e o Prémio Adamastor de Literatura Fantástica Estrangeira foi para Sangue e Fogo, de George R.R. Martin (Edições Saída de Emergência).

O Fórum Fantástico foi também o palco por nós escolhido para o lançamento de dois novos livros: a nova edição de O Caçador de Brinquedos, de João Barreiros e As Sombras de Lázaro, de Pedro Lucas Martins, o vencedor do Prémio António de Macedo 2018. João Barreiros destacou os cinco novos contos nesta mais recente edição do seu livro e a qualidade superior da revisão e da capa. Pedro Lucas Martins falou do processo de criação do romance e da intencional ambiguidade da história, com a explicação dos fenómenos vividos pela personagem a oscilar entre o sobrenatural e a insanidade, ficando do lado do leitor a decisão de aceitar uma ou outra.

A Batalha da Escuridão esteve em destaque também pela sua elevação a universo literário, com um jogo narrativo baseado na obra, Batalha na Escuridão: Alvos a Abater, apresentado pelo criador Sérgio Mascarenhas e pelo autor Bruno Martins Soares, e com uma história de Banda Desenhada, Silencioso na Escuridão, de Bruno Martins Soares e Filipe Coelho, também a partir do livro, incluída na nova antologia Apocryphus – Sci-Fi (Mighell Publishing). Bruno Martins Soares esteve ainda à conversa com Rogério Ribeiro, falando da sua obra e do processo de publicação internacional, onde fez referência à sua nova obra Laura and the Shadow King, cuja edição portuguesa ficará também a cargo da Editorial Divergência.

Como sempre, os painéis de discussão primaram pela qualidade dos participantes e pelo interesse dos temas apresentados. Ian Watson e Cristina Macías foram os convidados internacionais, tendo participado em vários painéis de discussão, como “As Tendências da Ficção Científica Mundial” ou “A Edição no Feminino”, painéis em que participaram também, respectivamente, Pedro Cipriano e Madalena Nogueira dos Santos, ambos membros da Divergência. Watson fez ainda uma comunicação intitulada “Da Tragédia Humana à Inteligência Artificial”, em jeito de conversa com Rogério Ribeiro.

António Pedro de Vasconcelos foi o convidado especial nacional, tendo falado sobre “O Futuro da Ficção”. Pedro Cipriano participou também num painel sobre edições alternativas, com El Pepe e Henrique Gandum, onde foi discutido o panorama das pequenas editoras em Portugal, quer em termos de literatura, quer na óptica da Banda Desenhada. Entre muitos outros, destacou-se ainda o painel Religião, FC e Fantástico, a propósito do vigésimo aniversário do filme Matrix, com Jorge Martins Rosa, Filipe Avillez e André Monteiro.

A Banda Desenhada e a Ilustração estiveram como sempre em destaque, com painéis temáticos, lançamentos, workshops e masterclasses, e a exposição “Filhos do Rato”, com o apoio da ComicHeart. Edgar Ascensão ministrou uma masterclass sobre design e execução de posters alternativos. Decorreram workshops de impressão 3D (Artur Coelho), impressão em resina (João Campos Costa)  e construção de máscaras (Curious Goblin).

Ao longo de todo o dia de Domingo, o Especulatório dinamizou o seu jogo literário, uma zona de boardgames temáticos de Ficção Científica, Fanstástico e Horror e a Silver Blade Academy foi a responsável pela representação do universo Star Wars ao longo de todo o evento.

Resta-nos estender o nosso profundo agradecimento à organização, principalmente a Rogério Ribeiro e João Morales, por mais uma vez nos deixarem fazer a nossa festa dentro daquela que ainda é a maior e mais abrangente celebração do Fantástico a nível nacional. Marcamos novo encontro com o Fórum Fantástico, no seu décimo quinto aniversário, em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.