2020 em números divergentes

Este ano foi… um ano diferente de todos os outros. Apesar de todos os desafios do ano de 2020, a Editorial Divergência:

– Participou nas 2 maiores feiras literárias do país, a Feira do Livro de Lisboa e a Feira do Livro do Porto;

– Abriu 6 concursos para antologias de ficção especulativa: Dieselpunk, Steampunk, Winepunk, Hopepunk, Solarpunk e Fantasia Urbana;

– Atribuiu o Prémio António de Macedo 2020 a Maria Roque Martins, de apenas 28 anos;

– Publicou 2 livros (mesmo em pandemia!) – «Wagon Village», de Michel Alex; e «O Terceiro Chega em Maio», de António de Macedo;

– Seleccionou 12 Livros do Mês, sempre com promoções;

– Esteve presente em 1 exposição, a Coleção Paradoxal no Museu dos Coches, o novo projecto artístico dos Custom Circus;

– E adoptou o Sistema Elu em toda a sua comunicação, porque géneros não há só 2 😉

Então, e o que vem aí? Planeamos muitos lançamentos, presenças em eventos e ainda mais livros de qualidade. Porque boas histórias sempre fizeram parte da paixão dos nossos colaboradores, e é com isso que podem contar este ano.

Acreditamos que 2021 será o nosso ano!

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.